Para quantificar populações microbiológicas utiliza-se o conceito de Unidades Formadoras de Colônias (ufc), ou seja, o número de indivíduos, seja de uma espécie, gênero ou até reino determinado, capaz de iniciar uma nova colonização microbiológica, em outros termos, é a contagem de microrganismos com potencial de sobreviver e multiplicar-se. O valor normalmente é relacionado por um volume (no caso de líquidos e gases) ou superfície estabelecidos.

Bactérias heterotróficas são normalmente avaliadas em ufc/mL

Espécies de Legionella normalmente são avaliadas em ufc/L