Muitas vezes há uma certa confusão quanto ao habitat e ao risco da Legionella. Seu habitat é a água, havendo uma espécie identificada no solo (para mais detalhes ver L. longbeachae). Ela não é uma bactéria nova e, embora seu descobrimento tenha ocorrido apenas em 1977, são relacionadas à ela diversos outros surtos/epidemias pneumônicas do passado. Seu habitat natural são reservas de água encontradas no planeta nos mais variados locais nos 6 continentes (inclusive em água polar na  Antártica – vide link – e água subterrânea – vide link).  Na Natureza ela encontra-se em baixas concentrações, muitas vezes passam indetectáveis por métodos convencionais, e não possui risco considerado à saúde humana. Entretanto, ao alcançar um sistema artificial de água ela pode encontrar situações e condições para um desenvolvimento extremamente rápido e volumoso havendo populações dispersas na água bastante variadas de algumas dezenas para dezenas de milhares de ufc/L (glossário).