Lançamento Livro Legionella na Visão de Especialistas

cropped-imagem_home_01

É com muito prazer que ontem foi disponibilizado para download de forma completamente gratuita o livro “Legionella na visão de especialistas” para o qual escrevi o capítulo Avaliação de Risco de Legionella: a ferramenta contra uma epidemia. O livro é o primeiro no Brasil a unir as perspectivas de 31 especialistas brasileiros e estrangeiros de diferentes áreas para divulgar e difundir informações sobre os riscos e as formas de lidar.. Read More

Biofilme: Estágios II

Assim que os biofilmes se instalam sobre alguma superfície, inicia-se o processo de anexação irreversível, ou seja, o processo, como descrevemos a partir dos pili de fixação que não se dispersa mais naturalmente. A partir desse ponto, inicia-se um processo de divisão celular, multiplicação e de recrutamento de novos microrganismos. A tendência será de mudança em formato e tamanho. Dessa forma, o biofilme oferece às células que se encontram no.. Read More

Biofilme: Estágios I

Os biofilmes, pelo que se sabe, podem se desenvolver virtualmente em qualquer local, desde que tenha nutrientes suficientes para manter a comunidade de microrganismos viva. Um engano muito comum é crer que biofilmes são exclusivos de locais aquosos ou extremamente úmidos. Nesses ambientes eles são capazes de se desenvolver muito rapida e facilmente, contudo, há biofilmes inclusive em rochas de desertos extremamente secos. Mas vamos nos restringir aos biofilmes aquáticos,.. Read More

Biofilme: Introdução

Biofilme é qualquer grupo de microrganismos que se juntam (não necessariamente da mesma espécie) e se fixam em alguma superfície. Esses microrganismos criam uma teia de substância extra-celular que lhes oferecem diversas vantagens. Todos já tivemos contato com biofilmes no nosso dia a dia, mas temos outros tipos de denominações, sendo o limo que se forma em superfícies úmidas, o mais conhecido. Ele se caracteriza por ser uma camada gelatinosa.. Read More

Reuso de água de chuva pode conter riscos

Levantamento realizado na Austrália com 72 tanques de coleta de água de chuva demonstraram que 74% deles estavam contaminados com Escherichia coli e 94% com Enterococcus ssp, ambas bactérias são indicativos de contaminação fecal. Foram realizadas análises de alta precisão pela amplificação de DNA (qPCR) de quatro patógenos oportunísticos: Aeromonas hydrophila, Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa e Legionella pneumophila.  Todas as quatro bactérias foram identificadas sendo, respectivamente, encontradas em 29%, 15%, 13% e 6%. 

Revisão da Portaria GM/MS 2914/2011

O Ministério da Saúde disponibilizou espaço virtual desde o dia 26 de fevereiro de 2014 para propostas justificadas para a revisão da Portaria 2914/2011 que trata da água para consumo humano (vigilância, padrão de qualidade e controle). É importante que todos que possam contribuir que se cadastrem no site e mandem as propostas até o dia 31 de maio de 2014. 

O método de detecção de Legionella EMA-qPCR

Pesquisadores na Itália desenvolveram um estudo acadêmico mostrando a aplicabilidade de uma nova técnica de detecção de Legionella. A necessidade de obter métodos para contagem da bactéria em amostras ambientais de água é crescente e cada vez mais a precisão desses métodos e a rapidez para um resultado se torna essencial para um tomada de ação corretiva nos sistemas de água.

Legionella nos carros

Já faz alguns anos que na Inglaterra se descobriu que motoristas profissionais tinham mais propensão a contrair alguma doença relacionada a Legionella. Pesquisadores da Grécia publicaram recentemente um artigo em que tentaram investigar possíveis pontos de contaminação e realizaram análise de cultura e molecular para Legionella ssp. em filtros de ar condicionado de veículos automotivos.

Surtos relacionados à água nos EUA (2009-2010): Poços são origem mais comum

Dando continuidade à avaliação dos relatórios do CDC (organismo responsável por controle e prevenção de doenças infecciosas nos Estados Unidos) sobre surtos de doenças originárias da água entre 2009-2010, outra informação bastante interessante é a origem da água dos sistemas para consumo humano que causaram os surtos documentados (lembramos que os dados são apenas para surtos documentados oficialmente). Tanto a maioria dos surtos (51,5%) quanto a maioria do número absoluto.. Read More